Diários de uma campanha na Bolívia.

O processo revolucionário de transformação material da realidade também é processo de criação simbólica e transformação da subjetividade. Em tempos de investida imperialista e avanço do fascismo, a criação simbólica revolucionária toma nova importância, sendo imprescindível na propagação do pensamento socialista. Tendo isso em mente, iniciamos no ano de 2020 a publicação em formato ilustrado dos diários de Che durante sua campanha na Bolívia que agora apresentamos em formato encadernado digital.
 

Disponível também:


https://issuu.com/coletivoculturalvianinha/docs/dia_riosdeumacampanhanaboli_via_issuu